terça-feira, 18 de novembro de 2008

sobre o pug - parte I

querido(a) escritor(a) anônimo(a), agradeço a super delicadeza do gesto e a gentileza pelo maltês; mas desejo mesmo é um pug. espero que você volte, pra minha sorte, se identifique... ou apenas leia que super agradeço de verdade e de coração. amor e paz!

3 comentários:

Tati disse...

Ana Laura:
Li hoje o blog da Fal e li sobre o pug.
Bom, tenho bulldog inglês, e no início desse ano fiquei sabendo que alguns criadores da raça - que geralmente criam pug também - depois das fêmeas terem um determinado número de crias elas são "descartadas" e eles doam ou vendem por um preço bem menor do que o de um filhote.
Não sei de onde vc é, mas quem sabe pesquisando em algum canil vc ache algum cachorrinho.
Beijo

Maria Muadiê disse...

Ana, pug eu não tenho, mas tenho uma dálmata, uma akita, um gatinho daa raça brasileira e um mestiço de pincher com fox paulistinha(ave maria, late mais que tudo).
Estou apaixonada pelo gatinho, o mais novo membro da família. Coitado, criado em casa de cachorreiro até banho toma.
Beijo
Martha

Claudia Lyra disse...

NáLaura, amor, muito obrigada por tudo, viu! Publiquei nossa foténha lá no meu blog. Manda beijos pra Esther e diz que eu a amo.